Com mesma plataforma do Jetta, Virtus se beneficia da segurança e espaço do sedã médio

O lançamento do novo Jetta deixou claro a elevação de patamar do sedã médio da Volkswagen, que entrou de vez na seleta lista de carros premium do mercado nacional. Essa subida de grau, porém, fez o preço do modelo subir, o que deixou caminho aberto para o Virtus se consolidar como o sedã mais vendido da montadora no Brasil.

O que muita gente talvez não saiba é que novo Jetta e Virtus têm muito em comum além do VW estampado na grade frontal. Os dois sedãs dividem a mesma plataforma, chamada pela Volkswagen de Estratégia Modular MQB, que está presente ainda no Polo, Tiguan, Golf e alguns modelos de outras marcas do grupo VW, como Audi, Seat, etc.

Vamos explicar porque essa plataforma tão “democrática” é considera como uma revolução dentro do grupo VW, acrescentando tantos benefícios a uma série carros bem diferentes.

Estrutura de aços especiais

Entre os vários fatores que influenciam no consumo de combustível de um carro, o peso responde por aproximadamente 25% – ou seja, ¼ do total. Qualquer redução no peso do automóvel, portanto, significa diminuição também no gasto de combustível.

Com a Estratégia Modular MQB, a Volkswagen consegue reduzir o peso total do veículo ao mesmo tempo em que constrói o Virtus de maneira que ele seja um dos modelos mais seguros de seu segmento. Mais do que isso: a MQB garante elevado conforto de rodagem e grande desempenho dinâmico.

 A combinação de baixo peso e segurança elevada só é possível, porém, com a adoção de tecnologias inovadoras de fabricação. A maior parte da estrutura da carroceria do Virtus é formada por aços especiais, de alta e ultra-alta resistência.

A estrutura do assoalho, na Estratégia Modular MQB, possui grande aplicação de aço conformado a quente, extremamente forte – cerca de quatro vezes mais forte que uma chapa de aço convencional – colabora para reduzir o peso do veículo, ao mesmo tempo em que melhora o desempenho do veículo em testes de colisão, aumentando a segurança na cabine. Além disso, a coluna de direção deformável contribui adicionalmente para a segurança, reduzindo ainda mais o risco de ferimentos para o motorista.

Referência no segmento, a distância entre-eixos no Virtus é de 2,65 metros, isto é: 8,6 cm a mais do que a do Polo (que já tem uma das cabines mais amplas do seu segmento). Com isso, o Virtus estabeleceu uma nova referência em conforto e aproveitamento de espaço nas categorias que participa. Mais um benefício da flexibilidade da Estratégia Modular MQB. A altura do Virtus é de 1.468 milímetros e a largura é a mesma: 1.751 mm.

Conforto

O espaço efetivo para as pernas para os passageiros do banco traseiro é de impressionantes 910 milímetros (da base do encosto do assento traseiro até a parte de trás do encosto do banco dianteiro). São 1.390 mm de espaço para os ombros no assento traseiro. Dimensões suficientes para acomodar três adultos no banco de trás com conforto digno dos melhores sedãs médios. Soma-se a isso o acesso a bordo facilitado pelo amplo ângulo de abertura das portas traseiras.

A modularidade dos bancos é outro fator que colabora para a ergonomia e o aproveitamento de espaço na cabine do Virtus. Mais do que capacidade para acomodar cinco adultos, o sedã Volkswagen pode transportar grandes objetos. A área do porta-malas é de 1 m2, suficiente para guardar uma grande quantidade de malas. 

Para transportar objetos maiores, basta rebater o assento traseiro que o Virtus oferece 1,82 metro de espaço (da tampa do porta-malas até a parte de trás do banco dianteiro). É possível ainda rebater totalmente para a frente o assento do passageiro dianteiro, o que proporciona um espaço livre de 2,65 metros (da tampa do porta-malas até o painel). Ou seja, é possível acomodar, por exemplo, um caiaque ou uma prancha de Stand Up dentro do Virtus e ainda uma pessoa se acomodar no banco traseiro.

Outro exemplo da funcionalidade da cabine do Virtus é o descanso de braço central (de série a partir da versão Comfortline), que é ajustável longitudinalmente em 100 mm. Sob ele há um compartimento de 1,26 litro de capacidade. O porta-luvas tem 8 litros de capacidade e possui refrigeração (versão Highline). Nas portas dianteiras há nichos que acomodam garrafas de 1,5 litro – as portas traseiras levam garrafas de 1 litro. Esses itens de conforto combinados são inéditos na categoria.

Deixe uma Resposta

Seu e-mail não será divulgado.
Campos marcadas com * são obrigatórios